PMA

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Até outubro de 2012, foram criadas 109 mil vagas de emprego em Sergipe

Secretário Lauro Seixas
FOTO: Victor Ribeiro/ASN

 Secretário de Estado do Trabalho apresenta números e diz que resultado foi positivo 

*Por Lays Millena

A geração de empregos é um fator importante para o desenvolvimento econômico do país. Em Sergipe, o ano de 2012 foi promissor neste aspecto. De acordo com Lauro Seixas, secretário de Estado do Trabalho, dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) revelam que, até outubro do ano passado, cerca de 109 mil vagas de emprego foram criadas no Estado. “Ainda não incluímos os meses de novembro e dezembro e, por conta do Natal, esse número deve passar dos 115 mil. A quantidade de empregos criada foi, em 3 a 4%, superior à média brasileira e isso, sem dúvidas, é muito positivo”, ressalta Seixas, em entrevista aos jornalistas André Barros e Rosalvo Nogueira durante o Jornal da Manhã da Jovem Pan.

Segundo o secretário, vários setores apresentaram crescimento pujante, mas o setor de serviços foi o que mais gerou empregos (35.348 das 109 mil vagas), seguido pela construção civil, que gerou em torno de 26 mil empregos. O comércio ficou em terceiro lugar, responsável pela abertura de 21 mil novos postos de trabalho. “O importante é que o governo do estado tem tido uma política muito agressiva na atração de indústrias e isso cria um fenômeno interessante. O setor de serviços criou mais empregos que o setor de indústrias, porque cada nova indústria que chega gera muitos postos de trabalho”, explica.

Para este ano, o secretário afirmou que um dos projetos da Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab) é retomar o cadastro de trabalhadores autônomos e possibilitar às pessoas a solicitação de serviços com eletricistas, diaristas, entre outros. A atividade já é comum e, quando esses funcionários tiverem uma cadeia de clientes, poderão criar a própria empresa, através de uma parceria que a Setrab busca com o Sebrae (Agência de Apoio ao Empreendedor e Pequeno Empresário). 

Secretário Lauro Seixas em entrevista aos
jornalistas André Barros e Rosalvo Nogueira

FOTO: Iana Queiroz/Assessora
No setor público, a área petrolífera e o Projeto Carnalita são dois importantes focos do governo estadual. “Foi uma luta árdua que o governador Marcelo Déda (PT) enfrentou, mas que vai beneficiar todo o Estado. O programa vai absorver cerca de 5000 trabalhadores, além da qualificação de até 10 mil pessoas”, diz. Sobre o petróleo, o secretário Lauro Seixas destacou a construção de uma escola profissionalizante para o setor na cidade de Carmópolis. Segundo ele, a instituição será inaugurada em breve e, ainda este ano, receberá alunos.

Outra ideia que está sendo desenvolvida na secretaria é a parceria com associações para capacitação de comunidades. Na próxima segunda-feira, 14, a Setrab assinará convênio com o Sergipe Tec para oferecer até 1000 vagas de qualificação em todo o Estado. “Aliado a isso, também estamos procurando o setor patronal, porque não adianta qualificar sem conhecer as necessidades do mercado”, finaliza.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao nosso blog. Sua opinião é importante para nós!